Notícias
Fraudes bancárias

Fraudes bancárias

Alguns tipos de fraudes bancárias mais recorrentes:

Falso funcionário ou falsa central de atendimento: O estelionatário finge ser funcionário da instituição financeira e diz estar com problemas no cadastro ou irregularidades na conta. A vítima fornece informações sobre sua conta, e com isso o bandido realiza transações fraudulentas.

Falso motoboy: Integrantes da quadrilha ligam para a vítima e dizem pertencerem à central de relacionamento do banco. Afirmam que houve problemas com o cartão da vítima e pedem que ela digite sua senha numérica no teclado do telefone. Na sequência, dizem que enviaram um motoboy na casa da vítima para pegar o cartão. Em posse do cartão e a senha, realizam operações espúrias.

Phishing: O criminoso envia links, e-mails e SMS para a vítima com mensagens que, na maioria das vezes, exploram as emoções (curiosidade, oportunidade única, medo, etc), fazendo com que ela clique nos links e anexos que subtraem dados pessoais ou induzem a realizar cadastros ou fornecer informações.

Como evitar o golpe:

  • a) Evite usar computadores públicos e redes abertas de wi-fi para acessar conta bancária ou fazer compras online.
  • b) NUNCA abra e-mails de origem ou de procedência duvidosa.
  • c) Não execute programas, abra arquivos ou clique em links que estejam anexados ou no corpo desses e-mails.
  • d) Delete esses e-mails e, caso tenha clicado em alguma parte deste e-mail e executado um programa, comunique imediatamente ao seu banco o ocorrido e altere todas as suas senhas de acesso à sua conta bancária em outro computador confiável, ou no mesmo, após uma verificação completa de infecção de vírus por um técnico confiável;
  • e) NUNCA utilize seu cartão para fazer compras em sites desconhecidos.

Caso tenha sido vítima, o que fazer:

  • a) Entre em contato com o banco e tente bloquear o valor.
  • b) Tire cópia do comprovante de pagamento e demais documentos correlatos.
  • c) Em posse de todas essas informações, procure a Delegacia de Polícia mais próxima de sua casa ou registre um Boletim de Ocorrência Eletrônico através do site da Delegacia Eletrônica www.delegaciavirtual.sids.mg.gov.br home na opção OUTROS CRIMES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *