Notícias
110 anos do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais

110 anos do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais

Uma história em constante evolução. Assim tem sido escrita a cronologia do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). No momento em que a corporação comemora 110 anos, uma viagem retrospectiva pelas décadas que formam essa instituição centenária revela fatos históricos e ocorrências que reafirmam o compromisso de evoluir para atender cada vez melhor os anseios do povo mineiro.

Desde a sua fundação, em 1911, o CBMMG mantém acesa a chama que alimenta a vocação de salvar vidas. Algumas ocorrências marcaram não apenas a história do Corpo de Bombeiros, mas também a história de Minas, como em 1913, ocasião que a então Força Pública combatia pela primeira vez um incêndio. A década de 1920 é notada pela criação dos quadros de militares da saúde e a década seguinte tem como marco a criação do primeiro Batalhão de Bombeiros.

No decênio de 1940, a luta contra as chamas na Imprensa Oficial foi um marco histórico na proteção do patrimônio público. E acompanhando a evolução dos anos 50, a corporação investiu na modernização dos equipamentos para endossar um melhor atendimento.

Na década de 70, um desabamento na Gameleira instituiu o esforço de busca e resgate em estruturas colapsadas. Já em 80, o Centro de Instrução de Bombeiros foi o alicerce para a criação da Academia de Bombeiros Militar.

No final da década de 90, um grande incêndio florestal em Roraima começou a lançar os bombeiros mineiros no cenário nacional. Nos anos 2000 um incêndio no Canecão Mineiro exigiu o aprimoramento da legislação de prevenção contra incêndio e pânico, tornando-se referência nacional no assunto.

Em 2019, no ápice da atuação do CBMMG, as experiências e conhecimentos adquiridos ao longo das décadas foram fundamentais para a maior operação de busca e salvamento da América do Sul. E ainda nesta década, a perspicácia dos militares do CBMMG figuram nos cenários das grandes catástrofes ao redor do mundo como em Moçambique e Haiti.

Motivos mais do que suficientes para uma grande solenidade militar com direito a desfile de tropa, apresentação de banda e grande celebração da outorga da Medalha da Ordem do Mérito Imperador D. Pedro II, alusivo ao Dia Nacional do Corpo de Bombeiros.

O evento acontece no dia 31 de agosto, próxima terça-feira, na Academia de Bombeiros Militar, às 11h, com presenças confirmadas do governador Romeu Zema; do vice-governador Paulo Brant, que será condecorado com a comenda Bombeiro Honorário; além de secretários de estado e o procurador-geral do estado, Jarbas Soares Júnior.

Considerando a situação pandêmica ainda vigente, serão observados os protocolos de distanciamento, bem como será empregado reduzido efetivo de militares que já tomaram a segunda dose da vacina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *